6 motivos para contratar motorista de caminhão

2020-03-24T16:54:26-03:0009/03/2020|Categorias: Logística e Transportes|

Contratar motorista de caminhão faz parte da rotina de transportadoras e esses profissionais são essenciais à operação logística. No entanto, não precisam ser parte integrante e fixa da empresa.

Atualmente, modalidades de contratações mais flexíveis são uma realidade que possibilita reduzir custos e ter mais facilidades nessa relação.

Há três possibilidades: o motorista agregado, aquele que fecha um contrato para trabalhar de forma prolongada, mas não é funcionário; o colaborador, que tem o vínculo empregatício; e o autônomo. Esse último é convocado pela empresa para trabalhos específicos, ou seja, transportes pontuais. Tal tipo de relação tem se tornado cada vez mais interessante para ambas as partes.

A seguir, mostraremos as 6 principais razões pelas quais as empresas devem trabalhar com motoristas autônomos. Continue a leitura e entenda como essa relação de trabalho se mostra vantajosa!

1. O profissional autônomo tem seu próprio caminhão

A operação logística precisa ter uma infraestrutura de ponta — o que significa recursos. A frota de caminhões é parte da realidade de muitas empresas, mas envolve a necessidade de altos investimentos em aquisição e manutenção. A melhor forma de evitar esses gastos é contratando motoristas de caminhão autônomos, já que eles têm seus próprios veículos.

No cotidiano, esse detalhe faz muita diferença para as finanças da empresa. Ao contratar um autônomo, o profissional negocia com a empresa os valores do frete e, já inclui no serviço, custos com combustível ou outros itens básicos de manutenção.

À empresa, sem custos adicionais, o negócio sai mais interessante financeiramente, além de facilitar o controle de despesas no seu orçamento.

2. O motorista já acumulou experiências profissionais

Motoristas autônomos geralmente têm longos anos de estrada e sabem muito bem como funciona a profissão. Não há nada que eles ainda não tenham visto, o que ajuda a construir a capacidade de lidar com qualquer tipo de desafio. Naturalmente, é desse profissional que as transportadoras precisam no cotidiano — e não é difícil encontrar gente preparada para o trabalho.

Por terem a possibilidade de escolher livremente o motorista, as empresas que trabalham com autônomos podem direcionar determinado transporte a profissionais específicos. Isso faz com que a decisão seja tomada em meio a várias opções de profissionais.

Consequentemente, também se torna mais viável contratar por diferentes preços, de acordo com a experiência e a exigência do trabalho em questão.

3. Não há vínculo empregatício

Contratar motorista de caminhão por meio de um vínculo tradicional de trabalho não é mais a realidade de muitas companhias. Por mais que você possa manter um profissional à disposição o tempo todo, esse modelo gera muito mais custos para as empresas. Além dos salários, há uma série de encargos trabalhistas e benefícios que precisam ser pagos todo mês.

Ao optar por autônomos, nenhuma dessas obrigações trabalhistas são parte do cotidiano da empresa. Basta fechar o contrato de serviço, pontual e estendido, precisando apenas honrar com o pagamento do trabalho pelo qual contratou o motorista.

Esse modelo não configura vínculo empregatício, o que desonera a companhia em relação a uma série de obrigações financeiras com o profissional. No fim, o motorista tem mais flexibilidade (e a transportadora, menos custos).

4. Os pagamentos são negociáveis

Os salários são fixos e se tornam uma obrigação mensal inflexível caso a empresa escolha contratar um motorista de caminhão como seu colaborador. Essa é a obrigação trabalhista comum, mas nem sempre precisa ser a eleita.

Quando se trabalha com autônomos, é possível flexibilizar os valores pagos, o que gera menos custos à empresa e não é ruim ao motorista. O pagamento por trabalhos pontuais envolve quantias específicas, que vão direto para o bolso do profissional.

Sem descontos, ele recebe mais e tem a possibilidade de direcionar esse dinheiro da forma que bem entender. Para as empresas, a chance de negociar valores também gera economia e melhores condições de negócios. Portanto, os dois lados saem ganhando.

5. Há amplas possibilidades de procura

Dependendo da capacidade de procura que sua empresa tem, motoristas de todo o país podem trabalhar para você. Hoje, com o avanço das ferramentas de comunicação, a distância se tornou mero detalhe, sendo cada vez mais fácil encontrar um bom profissional para dar conta das demandas que surgem. Há infinitas possibilidades, sendo as principais:

  • contato em postos de parada de caminhoneiros;
  • recomendações de profissionais que trabalham no segmento;
  • grupos de redes sociais, como WhatsApp e Facebook;
  • registro de motoristas que já trabalharam para a empresa;
  • plataformas e apps que conectam motoristas a empresas interessadas.

Nessa busca, no entanto, é sempre importante ter o máximo de informações possível sobre os profissionais. Referências de empresas que já contaram com seus serviços ajudam a aumentar a confiança antes de contratá-los, tornando a relação de trabalho mais segura e positiva para todos os lados.

6. Agilidade e facilidade na hora de encontrar caminhoneiros autônomos

Algumas plataformas oferecem serviços online para encontrar caminhoneiros em tempo real, facilitando a negociação entre empresas e motoristas e garantindo agilidade para os dois lados.

A Fretebras possui uma plataforma com mais de 350 mil caminhoneiros, em que as empresas podem encontrar diferentes veículos e profissionais autônomos para entregas de carga. Além de uma plataforma para publicação de fretes, os serviços da Fretebras podem ajudar as transportadoras, com dados de mercado e outras funcionalidades relevantes que melhoram os resultados das empresas de transporte de cargas.

Como vimos, contratar motorista de caminhão autônomo não precisa ser algo complexo ou envolto por desconfiança. Além de seguro, esse modelo de trabalho traz vantagens que podem ser vistas nas finanças da empresa.

E você? Já trabalha com motoristas autônomos? Conhece nossa plataforma de publicação de fretes, que conta com mais de 350 mil caminhoneiros autônomos? Saiba mais, clicando aqui.

Compartilhe: