Passo a passo de como cadastrar fretes de sucesso 

2020-12-17T15:41:51-03:0017/12/2020|Categorias: Logística e Transportes|

O segredo para cadastrar fretes de forma a agilizar a resposta dos caminhoneiros está nas informações. Quanto mais completas elas forem, mais deixam o frete atrativo. Que tal um passo a passo da publicação? Vem com a gente nesse artigo!

 

Com os avanços da tecnologia, cadastrar fretes se transformou em uma tarefa mais fácil em plataformas especializadas como a FreteBras. Porém, embora os responsáveis pelas cargas das empresas transportadoras consigam fazer isso com apenas alguns cliques, ainda há quem deixe as informações incompletas, reduzindo assim a agilidade da contratação. 

Contar com a publicação ilimitada de fretes na ferramenta ajuda bastante, principalmente se essas publicações trazem informações importantes para quem vai recebê-las, ou seja, os 450 mil caminhoneiros cadastrados na plataforma. Acontece que como o volume é grande – são mais de 10 mil empresas cadastradas que publicam em torno de 600 mil fretes por mês – , as publicações mais focadas e informativas podem ter melhor proveito. 

Afinal, quem não quer ver um frete fechado e saber que está a um passo de ser carregado e seguir viagem? Na verdade, cadastrar fretes não é um bicho de sete cabeças e reservar um tempinho para essa tarefa pode ser considerado um investimento no que diz respeito ao andamento das operações. 

 

Para auxiliar as transportadoras na tarefa de cadastrar fretes, separamos algumas dicas práticas de passo a passo:

 

1 – O primeiro ponto que merece atenção redobrada da transportadora, antes de cadastrar fretes, é que deve manter os dados da empresa transportadora sempre atualizados. Informações como razão social, localização e o contato (e-mail, telefone comercial e WhatsApp) devem estar sempre em dia, pois são as que o motorista vai utilizar para entrar em contato;

 

2 – O cadastro da carga na verdade é o passo mais importante da publicação. Comece informando origem e destino, ou seja, cidade e estado de onde ela vai partir e onde deve ser entregue; 

 

3 – Insira outras informações importantes, como o produto a ser transportado, se ele deve seguir em sacos, a granel ou embalado, se o carregamento necessita ou não de rastreamento, entre outras;

 

4 – Quem vai cadastrar fretes precisa informar também se há uma carga complemento, o volume, peso e peso unitário para que o caminhoneiro saiba quanto ela vai ocupar do caminhão;

 

4 – Selecione o tipo de veículo adequado à carga que quer transportar, bem como o tipo de carroceria;

 

5 – Preencha o campo de preço do frete. Essa é uma informação muito importante ao cadastrar fretes para o caminhoneiro e torna a publicação mais atrativa;

 

6 – Informe o que estará incluso na composição do preço do frete, como o pedágio, por exemplo. Vale lembrar que o valor cheio é o mais procurado pelos motoristas;

 

7 – Preencha com atenção as informações adicionais do embarque, com mais elementos sobre o frete, como peso, volume, se precisa de chapa, se há uma data específica de entrega, o tipo de pagamento, se haverá adiantamento e como será feito, o roteiro a ser seguido, enfim, tudo o que seja pertinente informar ao motorista. Isso também deixa o frete mais atrativo;

 

8 – Edite as informações ao cadastrar fretes, caso haja algo incorreto. Também é pode excluir a publicação e ela sai da plataforma e do histórico, ou desativar a carga que passa a compor a lista dos desativados da empresa;

 

9 – Reative a carga, se necessário, ou use o modo ativar/desativar para cargas recorrentes, sem ter que cadastrar fretes tudo de novo. A ferramenta permite. A não ser que se a carga seja diferente, daí é necessário cadastrar novamente. 

 

10 – Consulte o recurso que fica disponível na ferramenta ao cadastrar fretes, a Análise de Rota. Ela mostra um histórico de preços dos fretes publicados na plataforma e gera gráficos com uma média para o trajeto específico, bem como o preço cheio publicado, o que torna possível uma análise por caminhão.

 

11 – Por fim, vale reler tudo o que fez ao cadastrar fretes, lembrando que quanto mais dados forem inseridos na publicação sobre a carga, mais ela se destaca e fica atrativa para o caminhoneiro autônomo, que precisa de elementos para negociar com a empresa. 

Gostou do artigo? Saiba mais sobre a FreteBras. Acesse:  https://pagina.fretebras.com.br/conheca-a-fretebras?utm_source=blog&utm_medium=referral&utm_campaign=artigo_blog

Compartilhe: