Pesquisa Fretebras revela: caminhoneiros sofrem com golpes

2022-06-15T13:47:10-03:0031/05/2022|Categorias: Institucional|

O site Frota & Cia, especializado no setor de Transportes e Logística, divulgou uma matéria sobre uma pesquisa feita pela Fretebras, que mostra que mais da metade dos caminhoneiros do Brasil (53,6%) já ficou sem receber o saldo do frete, mesmo após ter concluído a entrega da carga.

Sem tempo para ler? Aperte play no áudio!

 

Caminhoneiros ainda sofrem com calote

A prática comum do mercado é das empresas adiantarem de 70% a 80% do valor do frete aos motoristas contratados e o restante, após a entrega.

Porém, segundo o estudo, na maioria dos casos (47,8%) o calote no pagamento do saldo aconteceu mais de uma vez.

 

Saldo garantido Fretebras

A matéria ainda destaca uma atitude tomada pela Fretebras, que, atenta a essa realidade desde o ano passado, decidiu incorporar à sua conta digital um novo serviço que tem como meta final eliminar os calotes do mercado. Batizado de “Saldo Garantido”, o benefício recuperou mais de R$ 1,6 milhão para caminhoneiros de todo país.

 

Menos risco para os caminhoneiros

“A situação dos calotes sempre nos preocupou. Com o Saldo Garantido, fomos capazes de eliminar totalmente o risco do motorista ficar sem receber”, explicou Thiago Chueiri, diretor de fintech da Fretebras.

 

Leia a notícia completa e saiba como os caminhoneiros podem utilizar este serviço, para evitar prejuízos e garantir o recebimento das cargas transportadas.

 

Para conferir outras notícias como essa, assine a newsletter do Blog Fretebras e não perca nenhuma atualização! Em caso de dúvidas, visite nosso website e entenda como Fretebras pode ajudar você a cair na estrada com mais eficiência e segurança.

Confira a matéria completa no site da Frota & Cia e conheça mais uma iniciativa da Fretebras, que visa tornar o setor logístico cada vez mais seguro para todos os interlocutores que trabalham no ramo de transportes no Brasil.

Num cenário de crise econômica, com inflação galopante e aumentos consideráveis no preço dos combustíveis, é importante contar com o apoio de ações como essa.

Compartilhe: