Tecnologia e Logística: como a tecnologia está mudando a forma de divulgar fretes

2020-10-15T14:56:45-03:0019/10/2020|Categorias: Logística e Transportes|

Migração para o modo online tem trazido mais agilidade à logística, e a tecnologia das plataformas de publicação de fretes pode ajudar nessa empreitada.

A internet colocou as empresas frente a frente com os clientes através de novos canais de comunicação. Entre os vários aspectos positivos desse novo rumo do mercado, está o fato de que os dados sobre o comportamento do consumidor podem ser coletados e analisados, o que vem aumentando as possibilidades de pesquisa e desenvolvimento de produtos e das próprias empresas.

Assim, os novos caminhos da tecnologia na logística estão sendo traçados e apresentam novas oportunidades de criar relacionamentos de fidelidade com os consumidores, que agora têm voz para divulgar positiva ou negativamente as marcas. 

Com o acesso à informação ampliado pela tecnologia, a expectativa do consumidor aumentou. Agora, ele tem à disposição uma quantidade maior de alternativas de produtos e de canais para compra, tudo preparado para encantá-lo e proporcionar uma boa experiência.

Se é assim com o consumidor, tem que ser assim também com as empresas, em outros elos da cadeia do abastecimento. Não fica difícil imaginar o desastre que seria ter a tecnologia a favor, no que se refere ao consumidor, e a na hora da publicação de fretes, justamente para a entrega das mercadorias solicitadas, não fazer uso de soluções avançadas e manter o velho costume de divulgar em pontos remotos nas estradas, em postos de gasolina ou terminais de carga em que os caminhoneiros perdem horas a procura de trabalho, tempo que poderia ser utilizado para entregar mercadorias. Tecnologia e logística precisam caminhar juntas.

Não importa o segmento, todas as empresas têm hoje como prioridade o investimento em operações mais ágeis, eficientes e com custos reduzidos. As transformações no comportamento do consumidor deram novo ritmo ao mercado, que está cada vez mais competitivo e exigente. 

Assim, a evolução da dupla formada por tecnologia e logística é estratégica. Elas andam lado a lado no desenvolvimento de soluções que ajudam a otimizar os processos e garantir bons resultados na entrega. E toda a evolução tecnológica está levando o setor logístico para o lado online do mercado, cada vez mais competitivo. Não à toa, a forma de divulgação de fretes das empresas transportadoras está mudando, passando a ser online, através de plataformas especializadas e aplicativos para os caminhoneiros autônomos. 

Na estrada da logística online

O fato é que juntas, tecnologia e logística vêm melhorando as coisas para quem passa a vida nas estradas e os caminhoneiros já sabem disso. Basta olhar a plataforma de publicação de fretes da FreteBras, que conta hoje com aproximadamente 450 mil autônomos, cadastrados e já com o aplicativo baixado no celular. Esse número representa 1/3 dos profissionais em atividade hoje pelo País, que já chegam a 1,2 milhão.

Em outras palavras, os caminhoneiros estão acelerando e muito nessa nova relação tecnológica de trabalho com as empresas transportadoras, movimento que vem tomando conta do setor de transporte rodoviário de cargas no Brasil. 

Além de facilitar a vida das empresas, o uso dessa solução que une tecnologia e logística traz mais confiança para os profissionais autônomos com a certeza de que vão encontrar o frete que precisam, inclusive o de retorno. Para ter acesso à ferramenta, todos têm os cadastros validados pelas equipes de atendimento da plataforma e as empresas recebem orientações para a publicação de fretes com mais segurança.

Com publicações ilimitadas, as empresas divulgam fretes por todo o país na FreteBras e os caminhoneiros respondem rapidamente aos anúncios que recebem via aplicativo. Para que se tenha uma ideia do envolvimento da logística com essa forma de tecnologia, os dados referentes ao primeiro quadrimestre de 2020 do Relatório do Setor de Transporte de Cargas da FreteBras surpreenderam: o número de motoristas autônomos que vêm utilizando meios digitais para a busca de fretes aumentou 47% em relação ao mesmo período do ano passado.

Além disso, o estudo feito com a base da FreteBras mostrou um aumento da atividade de busca de cargas por caminhoneiros de quase 50% nesse período, certamente impulsionado pelas quase 20 mil publicações diárias de fretes feitas nessa ferramenta por mais de 10 mil empresas transportadoras. A negociação direta entre os interessados é mais um atrativo para essa movimentação que envolve tecnologia e logística.

Em um ano difícil como o de 2020, o período conturbado da pandemia do Covid-19 impulsionou ainda mais a transformação digital no setor de cargas, conforme constataram algumas pesquisas realizadas na base da FreteBras. A plataforma alcançou no primeiro semestre, a marca de 2 milhões de fretes publicados, número 50% maior do que o registrado no mesmo período de 2019. O aplicativo para caminhoneiros da ferramenta atingiu a marca de 1,4 milhão de instalações nos primeiros seis meses do ano.

Para conferir mais sobre a plataforma Fretebras, clique aqui!

Compartilhe: