Tendências em transporte de cargas para transportadoras

2020-08-14T17:03:48-03:0012/08/2020|Categorias: Logística e Transportes|

Otimizar as operações logísticas é meta constante do setor e figura entre as tendências em transporte de cargas.

Quer saber mais? Acompanhe o artigo.

O uso da tecnologia como aliada e a transformação digital nas estradas estão entre as principais tendências em transportes de cargas no Brasil. 

Os indícios para essa realidade já estão em quase todas as operações e puderam ser confirmados com algumas informações do Relatório do Setor de Transporte de Cargas do primeiro quadrimestre de 2020, realizado pela FreteBras, com os dados da base da plataforma de fretes.

Relatório do Setor de Transporte de Cargas FreteBras

O levantamento registrou um crescimento de 47% no número de caminhoneiros que vêm utilizando meios digitais para a busca de fretes no período, em relação ao primeiro quadrimestre do ano passado.  

Além disso, o estudo constatou um aumento da atividade de busca de cargas por caminhoneiros de quase 50%.

Certamente o momento sem precedentes com a pandemia do Covid-19 impulsionou essas mudanças, uma vez que trouxe a queda na oferta de fretes em 12%, em média, e uma elevação na base de caminhoneiros que utilizam os meios digitais na mesma proporção. 

Mas o comportamento dos caminhoneiros comprova que a busca de fretes com o uso da plataforma é vista por eles como solução e, consequentemente, que publicar fretes desta forma pode ser considerada uma das tendências em transporte de cargas

Com tecnologia avançada, a plataforma conecta tanto transportadoras como embarcadoras aos caminhoneiros autônomos cadastrados, com veículos adequados à demanda, de forma rápida e fácil. 

Além disso, a ferramenta permite disponibilizar a frota ociosa para carregamentos de outras empresas, bem como utilizar informações da base de dados na análise de rota para definir uma média de preço do frete por tipo de caminhão em rotas que a empresa nunca fez ou para saber se as negociações estão equiparadas com o mercado. 

De fato o uso dessa tecnologia vem se consolidando entre as tendências em transporte de cargas, impactando positivamente os resultados para ambos os lados.

De acordo com Bruno Hacad, diretor de Operações da FreteBras, os caminhoneiros passaram por uma transformação digital nesse período de escassez de cargas e estão acessando cada vez mais a plataforma de busca de fretes.

“O crescimento foi de 118%, em comparação ao mesmo período do ano passado. Registramos 80 mil novos motoristas, alcançando a marca de 400 mil caminhoneiros autônomos inscritos na plataforma”, revela.

Agilidade e redução de custos

Que a tecnologia no transporte de cargas tem papel importante para organizar e otimizar as operações e ainda torná-las mais seguras não há como negar. 

As soluções são aliadas no aumento de produtividade, na agilidade dos processos e colaboram, principalmente, com a redução de custos, além de diminuir o impacto socioambiental dessa atividade.

Junto com a globalização e as transformações no comportamento do consumidor, pode-se dizer que a tecnologia vem mudando o ritmo do mercado. 

Entre as soluções que viraram tendências em transporte de cargas, destacam se os sistemas de gestão de armazém, de obrigações fiscais, de monitoramento e rastreio, de radiofrequência, de gestão de transportes, de gestão de frota, de telemetria, entre outros.

Mas ainda há muito a percorrer na estrada da evolução tecnológica da logística e as tendências em transportes de cargas apontam para algumas ferramentas e conceitos que devem aprimorar e gestão e a operação das transportadoras: 

1 – Monitoramento de caminhões com drones

O objetivo do uso dessa tecnologia é garantir a segurança no transporte de cargas, reconhecendo paradas não programadas e o acionamento do botão de pânico em situações de emergência. 

Tendências no transporte de cargas, esses equipamentos vêm sendo utilizados para acompanhar os caminhões, reforçando a segurança principalmente de cargas preciosas.

2 – Internet das Coisas

Essa tecnologia interligará todos os pontos da cadeia de suprimentos, máquinas, caminhões, paletes e colaboradores, de forma mais rápida e eficiente, para produzir e enviar para transporte o item que teve aumento expressivo de demanda. 

3 – Drones

A entrega de mercadorias por drones pode estar mais próxima do que se imagina. A Amazon foi pioneira no uso dessa tecnologia que logo deve virar tendência no transporte de cargas e hoje já está em fase de implementação, com a promessa de entregas em até 30 minutos.  O equipamento deve permitir também a entrega em locais de difícil acesso.

4 – Robótica 

O uso de robôs para carregar e descarregar todos os caminhões está perto de acontecer. Algumas dessas máquinas já operam em armazéns e galpões logísticos. 

As tendências no transporte de cargas apontam para o avanço desses processos, com robôs reconhecendo cargas por tamanho e peso, movendo-as para os locais de coleta e embalagem.  Para os caminhões, a adoção desses robôs significa maior eficiência, redução de falhas no carregamento e de custos de mão de obra.

5 – Dados em nuvem

Até 2023, mais de 50% dos dados gerados pelas empresas serão criados e processados fora do data center ou na nuvem, contra os menos de 10% de hoje em dia. O uso desse espaço na internet para armazenar arquivos e informações, que substitui HDs e pen drives, também está entre as tendências no transporte de cargas com migração cada vez maior.

6 – Sustentabilidade

A sustentabilidade é uma tendência geral e o setor de transporte de cargas não pode ficar de fora. Por isso, vem se empenhando em ações relevantes para diminuir a emissão de carbono e reduzir seus impactos nocivos no meio ambiente. 

Os clientes, por sua vez, têm procurado empresas dedicadas em evitar o desperdício de recursos naturais ao realizar suas atividades. Assim, quem faz uso de programas sustentáveis acaba se destacando no mercado. A otimização de rotas e a manutenção preventiva dos veículos, por exemplo, colaboram com a ideia. 

Agora que você já sabe um pouco sobre as tendências em transporte de cargas é hora de pensar em investir um pouco mais em tecnologia para acompanhar a concorrência em novas oportunidades de negócios. 

Gostou do artigo? Saiba mais sobre a tecnologia da FreteBras e como associar-se à plataforma clicando aqui.

Compartilhe: