Mercado de PMEs no setor de transporte de carga

2022-04-11T12:55:50-03:0010/02/2022|Categorias: Logística e Transportes|

Sabia que as pequenas e médias empresas geram 27% do PIB do Brasil? Este resultado vem aumentando a cada ano, como mostra uma pesquisa do Sebrae. O número total de CNPJs abertos na categoria é de 13,5 milhões.

Para termos uma ideia do que isso representa para a economia brasileira, as PMEs são responsáveis por 52% dos empregos com carteira assinada e 40% dos salários pagos.

Mas e no transporte rodoviário de cargas? Hoje vamos falar da importância das pequenas e médias empresas para a aceleração econômica e do setor.

Sem tempo para ler? Aperte play no áudio!

Confere aqui com a gente!

 

PMEs registram bom crescimento no segmento de transporte de cargas

Desde o início da pandemia, lá em 2020, as pequenas e médias empresas do transporte rodoviário de cargas precisaram se adaptar, por uma questão de sobrevivência.

Só aqui na Fretebras, as transportadoras que adotaram a terceirização digital dos fretes tiveram crescimento de até 200% durante a pandemia.

A digitalização dos fretes veio para transformar as operações logísticas. “Com soluções digitais, fica mais prático controlar os gastos, atender novos mercados sem perder a qualidade e ainda economizar tempo”, como explica Bruno Hacad, Diretor de Operações da Fretebras.

Já conferiu a 5ª edição do Relatório Fretebras?
A fotografia do setor de transporte de cargas pra você basear suas decisões!

 

Perspectivas animadoras para o mercado de PME

Para 2022, as perspectivas para o mercado das PMEs no Brasil são de aceleração.

Por serem empresas de menor porte e terem menor investimento em ativos imobilizados, a adaptação dos processos é menos trabalhosa. Isso facilita a mudança na forma de atuação, entrando de cabeça no mundo digital.

 

O que é PME em logística?

Segundo o IBGE, as pequenas empresas são as que têm até 99 colaboradores, enquanto as médias têm de 100 a 499 colaboradores.

Em logística, a quantidade de caminhões de uma transportadora costumava fazer parte dessa conta. Porém, com a possibilidade de utilizar frota terceirizada, não necessariamente este critério vai determinar o tamanho da empresa.

Já o segmento e a sazonalidade influenciam na quantidade de cargas entregues mês a mês e determinam também o tamanho do negócio.

 

Digitalização e terceirização de fretes via aplicativo

A tecnologia teve um papel essencial no crescimento das PMEs. No setor do transporte rodoviário de cargas, todo o processo de encontrar caminhoneiros autônomos para rodar por todo o Brasil já pode ser feito pela internet.

E a terceirização de fretes vem tracionando os resultados das PMEs: nossos clientes tiveram uma economia de 23% em operações logísticas. Afinal, investir e manter frota própria envolve ter documentação regulamentada e manutenções em dia – estando carregado ou não.

São gastos fixos que podem pesar em um momento de sazonalidade, não é?

Na nossa plataforma, só em 2021, registramos um aumento de 30% no volume de fretes publicados por PMEs.

Além de encontrar motoristas e negociar diretamente com eles, você ainda aproveita funcionalidades como a Análise de Rota, que te ajuda na precificação dos fretes.

Tudo para você resolver suas cargas de forma mais rápida e otimizar seu tempo de trabalho.

Para acessar outros conteúdos como esse, visite o Blog Fretebras e saiba todas as novidades do setor logístico no Brasil. Em caso de dúvidas sobre como a Fretebras pode ajudar a sua empresa, converse com um de nossos especialistas!

Compartilhe: