Uma carga chega ao seu destino e o responsável valida que a mercadoria foi entregue. Só quem atua no setor sabe que para que isso aconteça, uma jornada cheia de desafios foi necessária, não é mesmo? Conheça 6 grandes obstáculos do setor de transporte e saiba como driblá-los neste artigo.

Por ser o modal mais utilizado no país, é necessário conhecer os obstáculos e buscar soluções para que o transporte de cargas tenha mais segurança, eficiência e rapidez.

Obstáculos do setor de transporte:

Inflação e aumento no preço de combustíveis

Devido à inflação de insumos, como os combustíveis e a redução dos valores da tabela de frete, a defasagem do frete continua. Segundo um levantamento realizado pela NTC & Logística (Associação Nacional do Transporte de Cargas & Logística) a diferença chega a 13,8% no 1º semestre deste ano. É papel da transportadora calcular os custos e realizar o repasse de forma equilibrada.

 

Segurança do transporte de carga

Basta acompanhar o noticiário diariamente para saber sobre a falta de segurança no transporte de cargas. Segundo dados da NTC & Logística, as cargas mais visadas pelos criminosos são, alimentos, cigarros, bebidas, combustíveis e peças de automóveis. Diante desse cenário, o Brasil ocupa a sexta posição entre os países com maior índice de roubo de carga. É fundamental adotar medidas para aumentar a segurança no transporte de cargas, como planejamento de rotas, monitoramento da viagem, contratação de seguro de cargas, etc.

 

Depreciação da frota de veículos

A falta de infraestrutura rodoviária prejudica as transportadoras que têm altos gastos com manutenção da frota própria de veículos. Uma saída é a contratação de uma frota digital. Ao contratar um caminhoneiro autônomo, gastos com desgaste de pneus e novas peças, por exemplo, não serão mais um problema para a sua transportadora.

Na Fretebras, você pode contar com uma frota digital de mais de 750 mil caminhoneiros autônomos. Veja como funciona.

 

Multas por falta de documentação de transporte

Quem não atua de acordo com a lei da ANTT, está sujeito a multas e em alguns casos, pode perder a autorização para operar com o transporte de cargas. As multas por falta de documentação de transporte podem variar de R$500,00 a R$5.000,00.

Na Fretebras, facilitamos a emissão de CT-e e MDF-e, fale com um especialista.

 

Redução de custos

As transportadoras precisam encontrar formas de equilibrar o valor do frete e diminuir os custos. Como vimos até aqui, algumas maneiras podem ajudar na redução de custos na segurança da carga, na contratação de caminhoneiros autônomos e na emissão de documentos. Reduzir custos é uma boa alternativa para manter o saldo positivo no fluxo de caixa.

 

Dificuldade em fazer fluxo de caixa

O caixa está precisando de dinheiro, mas ainda não recebeu os pagamentos dos embarcadores? Para manter o fluxo de caixa saudável, a antecipação de recebíveis ajuda a suprir os gastos sem a necessidade de pedir empréstimos que costumam ter juros maiores.

Na Fretebras, você encontra o parceiro financeiro para antecipar recebíveis na sua transportadora. Conheça nosso programa de parcerias.

Em suma: os desafios do transporte de carga são muitos. Mas com boas práticas as transportadoras podem superar os obstáculos do setor de transporte.

Gostou desse artigo? Visite nosso blog e assine nossa newsletter!

 

Você já conhece a Fretebras e sabe como podemos ajudar a sua transportadora?

Aqui, você se conecta mais rápido com quem precisa de fretes e deixa sua operação mais ágil, eficiente e rentável.

 


Compartilhe: