Logística e Transportes

Veja 5 dicas de negociação de fretes e cargas com caminhoneiros

Ao solicitarem um orçamento de frete, as empresas contratantes precisam ter noção do que está incluso naquele valor, assim, saberão se é um valor competitivo e se faz sentido em relação à necessidade, ao destino e ao tipo de carga. No entanto, a precificação não é a única etapa da contratação de frete.

Depois de receber os orçamentos, entra uma das partes mais importantes e que pode, inclusive, influenciar na competitividade da empresa. A negociação de fretes deve ser rotina do time responsável tanto pela contratação das transportadoras quanto pela contratação de motoristas autônomos. 

A negociação é uma habilidade que deve estar presente dentro de uma equipe que lida com preços e orçamentos, porém, não é algo que se encontra em todas as pessoas. Felizmente, essa competência pode ser aprendida, e os gestores devem prezar por capacitar sua equipe para tal.

Quer saber um pouco mais sobre negociação e qual a sua importância no momento da cotação de fretes? Continue lendo!

Qual a importância das habilidades de negociação de fretes ao contratar um motorista autônomo?

Quem faz a entrega é o responsável pelo fechamento de uma venda, e esse é um serviço que tem grande valor para o negócio. O momento de cotar e definir o melhor serviço de caminhoneiro autônomo é na tomada de decisão, que influenciará diretamente a satisfação do contratante.

Mas, além da qualidade, ao cotar um frete, a pessoa responsável deve estar ciente de que parte do resultado da empresa vem de uma cotação feita de forma clara, precisa e que mostre um preço justo em relação ao mercado e à demanda da entrega.

A negociação tem papel fundamental na redução dos custos planejados, algo que significa competitividade de preço para a sua empresa, pois eles serão somados ao restante do serviço ou do produto vendido ao cliente final. Quanto mais alto o custo de transporte, mais caro é seu produto.

Como negociar com motoristas autônomos?

O primeiro passo é entender que negociar não é sinônimo de “pechinchar” preços, mas, sim, de uma competência que precisa ser desenvolvida. O conceito de negociação é solucionar conflitos — nesse caso, duas partes com interesses diferentes — e obter resultados que sejam bons para os dois lados, por meio da argumentação. 

Essa capacidade não é alcançada da noite para o dia, mas podemos listar cinco dicas essenciais que podem ajudar no dia a dia da atividade. Confira!

1. Saiba quais são os seus produtos

Existem vários meios de se definir um tipo de frete ou de veículo — podemos citar o destino, a frequência, a urgência etc. Mas o fator principal é a carga em si, suas características e as especificidades. Além disso, é preciso conhecer o mercado no qual a sua empresa atua.

Se você é do ramo de produtos perigosos, por exemplo, é preciso saber quais são as suas características, se são corrosivos, se podem causar problemas de saúde, qual a embalagem a ser utilizada, se é preciso contratar um veículo com vedação, quais são os locais de parada permitidos pela legislação etc.

Dominar os assuntos “produto” e “mercado” é ter argumentos para a negociação. Assim, você já sabe exatamente do que precisa, qual a média de preço e também do que não é necessário para sua carga, evitando contratar algo além do exigido.

2. Atente a todo o trajeto a ser feito

Outro fator importante, que é muito utilizado para a base de cálculo, é o destino, ou a quilometragem a ser percorrida. Porém, conhecer a localização do remetente não basta para uma argumentação.

Uma negociação de fretes sempre entrará no mérito das taxas que incidem durante o percurso, ou de fatores que possam dificultar a entrega, como estradas em má condição, áreas com grande incidência de roubos (o que influencia o valor do seguro cobrado) ou áreas de difícil acesso.

Nesses casos, além de negociar os preços, sua empresa ainda pode precisar negociar os prazos, principalmente quando o destino está fora das áreas com centros comerciais, como cidades no interior.

3. Compare os valores e os prazos

Para que a empresa consiga um frete competitivo, não basta conhecer os preços apenas de uma companhia. Faz parte da negociação conhecer o preço de diversas empresas, principalmente para identificar a média do mercado.

Comparar as melhores opções de valores e prazos exige que a pessoa responsável analise os prós e os contras de cada opção. A dica é ter, pelo menos, três opções para que a negociação seja iniciada.

 4. Seja cordial e gentil

A negociação não deve ser vista como uma disputa, na qual um lado sai perdendo. Pelo contrário, o objetivo é que o acordo que sai ao fim da discussão seja vantajoso para os dois lados. 

Por esse motivo, é muito importante manter a postura cordial e ser gentil a responder, de modo a criar um ambiente agradável de negociação. A ideia não é deixar o outro lado acuado. É preciso ter flexibilidade e deixar espaço para que o outro também possa argumentar e apresentar suas ideias, afinal de contas, ele é o expert da entrega

Isso não significa, porém, que a pessoa responsável tem que aceitar tudo o que lhe é dito, já que a firmeza durante a argumentação expressa que a discussão está realmente baseada em afirmações fundamentadas.

5. Conte com um auxílio especializado

Buscar auxílio em outras pessoas ou empresas que têm a expertise no assunto pode também ser uma estratégia para a negociação, seja para buscar treinamento para a equipe interna, seja para procurar outras formas de facilitar a negociação.

Uma boa tática é procurar ferramentas que auxiliem e tornem mais simples o processo completo da negociação e que possam ser aplicadas por ambos os lados.

Como a Fretebras pode facilitar todo o processo de negociação?

Um excelente exemplo de ferramenta que auxilia durante o processo de negociação de fretes é a Fretebras. Com a plataforma, sua empresa pode publicar a carga que deseja entregar com todas as suas características. 

De maneira rápida, o anúncio da carga fica disponível para os mais de 3.000 motoristas autônomos cadastrados, que analisam se seu veículo se encaixa na demanda. Se sim, enviarão sua oferta.

A negociação de fretes é de extrema importância para que as empresas consigam manter sua competitividade no mercado, afinal, uma boa negociação gera melhores resultados para o negócio, possibilitando o crescimento exponencial da organização. 

Gostou da nossa plataforma? Que tal conhecer melhor todos os benefícios que ele pode trazer? Clique aqui e saiba mais.

Mais pessoas podem aprender. Compartilhe!

Posts relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *