Dicas de comunicação com o caminhoneiro autônomo

2020-09-04T15:40:23-03:0004/09/2020|Categorias: Logística e Transportes|

A comunicação com caminhoneiro autônomo ficou mais fácil, mas deve respeitar sua disponibilidade.

A comunicação com o caminhoneiro autônomo mudou muito nos últimos anos, graças à chegada da internet que ampliou os horizontes e impulsionou a criação de redes mobiles. A tecnologia está praticamente dominando as estradas, de acordo com a Pesquisa CNT Perfil do Caminhoneiro 2019, da Confederação Nacional do Transporte, promovendo uma verdadeira transformação digital. 

O estudo mostra que 87,8% dos caminhoneiros em geral fazem uso de internet, principalmente através do celular (98,8%). Aparelhos como computador, laptop e tablet também são usados por eles, mas em menor escala. O acesso desses profissionais à internet é diário, segundo 90,6% dos participantes da pesquisa, com destaque para as visitas às redes sociais, buscas de informações profissionais e atualização de notícias, entre outros. 

Na verdade, esses dispositivos para acesso à web são hoje uma ferramenta de trabalho muito importante e que inclui esses profissionais do transporte rodoviário de cargas. Não é sem motivo que o uso das plataformas de publicação de fretes, como a da FreteBras, por exemplo, vem aumentando significativamente, pois traz a possibilidade ao caminhoneiro autônomo de encontrar trabalho rapidamente onde quer que esteja, após checkin no aplicativo. 

Comunicação e informação

Embora a negociação de fretes envolva muita estratégia, geralmente ela acontece via celular e deve seguir passos importantes para que obtenha êxito, como a comunicação de informações completas sobre as cargas. A plataforma FreteBras consegue proporcionar o encontro entre as duas pontas do transporte de cargas, transportadoras e caminhoneiros autônomos, e ambas já se deram conta de que quanto mais informações puderem acrescentar nessa comunicação, mais transparente e segura será a relação.

As redes sociais, por sua vez, são um canal com muito poder de alcance, principalmente no que diz respeito a dispositivos móveis, como smartphones e tablets. Conexões wi-fi em postos de combustíveis e redes 4G integram os caminhoneiros que agora têm mais acesso à informação e maior poder de barganha na hora de escolher um produto ou um frete.

O importante é que a comunicação com esses profissionais seja objetiva e aconteça dentro dos canais mais utilizados por empresas e caminhoneiros autônomos, para garantir agilidade e eficiência à operação, além de gerar mais confiança entre os envolvidos com o transporte da carga. A comunicação, enfim, ajuda a empresa a lidar com esses profissionais que não são empregados de fato, canalizando informações importantes e que devem receber atenção redobrada ao contratar um caminhoneiro autônomo.

Destacamos 4 dicas de comunicação com o caminhoneiro autônomo:

1 – Combinar com o caminhoneiro, antes da viagem, como irão estabelecer contato é essencial para evitar possíveis desencontros e a perda de informação. Assim pode ficar definido também um horário para esse contato.

2 – Fazer ligações via celular geralmente funciona, principalmente na urgência, dependendo da operadora. A vantagem é que desta forma a comunicação com o caminhoneiro autônomo é imediata e assim a empresa pode abordar detalhes importantes sobre a entrega da carga. O ponto ruim é que não fica um histórico da conversa.

3 – Usar um aplicativo de mensagem, como o WhatsApp por exemplo, pode ser um bom caminho para a comunicação com o motorista, pois ele já faz parte do dia a dia dos caminhoneiros para manter contato com familiares e amigos. Mas ele é ideal para mensagens simples, rápidas e informais. Nesse caso, o histórico da conversas= fica registrado na plataforma.  

4 – Nas plataformas de publicação de fretes, como a FreteBras, é possível o envio e recebimento de mensagens via Chat, em uma comunicação direta com os caminhoneiros, do momento da contratação até a entrega da mercadoria, através do site, mobile e app. Entre as vantagens estão a centralização de informação e a segurança de o motorista responder quando puder. Os registros da plataforma dão conta de que os caminhoneiros cadastrados ficam online, procurando cargas diariamente, das 8h às 9h, mas há um retorno maior ao time de atendimento das 11h às 13h e das 17h às 21h. 

Agora que as empresas já sabem um pouco mais sobre as melhores formas e horários para se comunicar com os caminhoneiros, alguns pesadelos como o da espera de uma ligação de telefone público no meio da viagem felizmente fazem parte do passado. 

E o caminhoneiro já sabe que entender somente das manobras do caminhão vai fazê-lo comer poeira na estrada do progresso profissional. Hoje em dia, é preciso ir além e conhecer um pouco mais sobre os avanços da tecnologia no setor, que vem trazendo mais segurança às operações e tem tornado a comunicação mais fácil e rápida em quase todos os cantos do país.

Gostou do artigo? Confira outros temas relacionados no nosso Blog e assine nossa newsletter.

Compartilhe: