Pega o seu café porque a prosa hoje é sobre o transporte de industrializados no setor de cargas. A gente foi atrás de informações fresquinhas sobre a indústria, a economia e a produção que vai movimentar a estrada com muitos fretes, ainda neste ano. Vale a pena se atualizar!

Transporte de industrializados

A indústria, como a gente já sabe, pega a matéria-prima e transforma em produtos que deixam a nossa vida muito mais fácil. Mas esse conceito é muito simples. Na verdade, o setor é dividido em três grupos principais:

  • O de base, que transforma matéria-prima bruta em processada;
  • O de bens intermediários, que faz os insumos para outras indústrias usarem;
  • O de bens de consumo, que produz coisas que vão direto pro mercado.

Porém, não adianta nada se esses itens ficam parados nos cantos das fábricas, né? É aí que entra o transporte. Imagina só, a produção lá em uma ponta, e você querendo comprar o seu aparelho eletrônico favorito na outra ponta do país.

O transporte de industrializados é o que liga os produtos às pessoas. E é aí que tudo se conecta, a economia gira, as pessoas conseguem seus produtos e o Brasil se mantém em movimento.

Tem uns números bem interessantes que você precisa saber. Em 2022, os produtos alimentícios lideraram os fretes da Fretebras, representando 19,4% dos fretes industriais. Logo atrás, tivemos máquinas e equipamentos com 10,8%, seguidos pelos siderúrgicos, reciclagem e papel-celulose. O ano foi uma mistura de sabores, materiais e funcionalidades.

Qual caminhão escolher?

O transporte de cada produto vai determinar o tipo de caminhão e as condições adequadas da carga. Pode ser carga refrigerada, carga perigosa, carga de grande porte e alimentos de tudo quanto é jeito. Por isso, a gente preparou um guia completo, aqui, para você não errar na hora do transporte.

A indústria nas estradas

Apesar de algumas turbulências econômicas, as coisas estão começando a melhorar no setor industrial. Com as altas das taxas de juros, que funcionam como uma estratégia dos bancos centrais para diminuir a inflação, as empresas que dependem de crédito acabam sofrendo mais e produzindo menos.

Mas a indústria não fica só no sufoco não! Setores como alimentos e máquinas estão a todo vapor. Aqui na Fretebras, nós tivemos o privilégio de dar uma espiadinha nas estatísticas e você não vai acreditar: em 2022, os produtos industrializados representaram uma baita parcela, 27% dos nossos fretes.

Foi quase um terço de toda a carga que movimentamos! O volume de cargas cresceu 21,9% comparado com o ano anterior. Na 9ª edição do Relatório Fretebras tem os dados completos para você conferir.

Desafios na indústria em 2023

Os juros altos permanecem, o que faz com que a produção da indústria brasileira caia um pouco. Tanto é que a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) estima a redução de 0,5% na produção do setor.

O início do ano não foi fácil. Depois de queda por dois meses consecutivos, a produção industrial só cresceu 1,1% em março em relação a fevereiro. Quando olhamos para o mesmo período do ano passado, o crescimento foi de apenas 0,9%. Em abril, tivemos novo recuo de 0,6%. Devagar e sempre, vamos caminhando, sem nunca “parar as máquinas da indústria”.

Porém, vários segmentos puxaram a categoria para cima. Dá só uma olhada nos dados que a Agência Brasil comparou o crescimento entre fevereiro e março de 2023:

  • Coque, produtos derivados do petróleo e biocombustíveis: 1,7%
  • Máquinas e equipamentos: 5,1%
  • Equipamentos de informática, produtos eletrônicos e ópticos: 6,7%
  • Produtos farmoquímicos e farmacêuticos: 3,2%
  • Outros equipamentos de transporte: 4,8%
  • Produtos químicos: 0,6%
  • Couro, artigos para viagem e calçados: 2,8%
  • Produtos de minerais não metálicos: 1,2%

Tem bastante item para a gente ficar de olho, né? É só a economia melhorar que a produção decola com tudo.

A indústria produz, mas é com o transporte que todos os bens de consumo chegam até a gente. Então, dá pra dizer que cada carga que rola nas estradas tá movimentando não só produtos, mas também dinheiro, empregos e até sonhos.

E sabe quem tá aí pra te dar aquela mãozinha nesse transporte todo? A Fretebras, claro! Nós sabemos o quanto essa parceria é fundamental para manter tudo em movimento. A gente conecta os pontos de partida e destino, fazendo com que o transporte de industrializados aconteça com agilidade e segurança. Vem experimentar a nossa plataforma!

Compartilhe: