No mercado, você encontra veículos de tudo quanto é jeito para atender a sua necessidade (e o seu gosto também). Neste texto, separamos os 10 caminhões mais vendidos em 2022, com os números atualizados da Fenabrave. A lista está ordenada conforme a quantidade de unidades emplacadas neste ano.

Existem os caminhões focados em performance, com motores fortes para levar cargas aos quatro cantos do país. Também há os econômicos, que fazem de tudo para poupar combustível. Rola espaço para moderninhos também, com tecnologia de ponta, completões em todos os sentidos.

Confira a lista dos 10 caminhões mais vendidos a seguir!

1º Volvo FH 540cv: 4.570 veículos

Liderando a lista de caminhões mais vendidos do Brasil, o Volvo FH540cv se destaca pelo alto grau de tecnologia e baixo consumo de combustível. Um combo e tanto, não é mesmo? Sua capacidade é de até 74 toneladas, sendo uma das opções preferidas do agronegócio. Por isso, é comum a combinação dos implementos bitrenzão e rodotrem, ambos de nove eixos.

O motor D13C50 de 13 litros e seis cilindros em linha traz bastante potência ao veículo. Em termos de tecnologia, são muitos pontos a serem destacados. Tem a transmissão automatizada I-Shift de 12 marchas, com aceleração inteligente, que traz a economia de combustível em 3%, a partir da troca de marcha correta.

Também está incluso o recurso driver coaching, que avalia o desempenho do motorista, o Volvo ACC, o piloto automático freia sozinho para evitar acidentes, e o controle eletrônico de estabilidade (ESP), que evita a situação de o veículo patinar ou tombar, sobretudo nas curvas.

Por fim, a segurança é reforçada com o monitoramento de faixa de rodagem (LKS). Ela avisa quando o caminhoneiro sai da faixa. Já o sensor de ponto cego (LCS) detecta qualquer veículo que esteja posicionado do lado direito do veículo.

2º DAF XF: 4.603 veículos

A DAF descreve o caminhão como sinônimo de alta performance, com design atraente (excelente aerodinâmica), sem esquecer do conforto da cabine. Entre suas características, temos o motor PACCAR MX-13 Euro 6 de 480 cavalos, as transmissões automáticas de 12 velocidades e os eixos traseiros que foram modificados para trazer ainda mais eficiência ao veículo.

O modelo oferece até 8% de economia de combustível e redução de CO2, graças ao Controle de Cruzeiro Preditivo de série e a tecnologia Proconve P8/Euro 6. Quem curte caminhões vai observar alterações mecânicas em relação aos modelos anteriores. O roteiro elétrico e suas ligações, por exemplo, foram simplificados para trazer mais disponibilidade do veículo a um baixo custo de operação.

3º Volvo FH 460: 3.955 veículos

A Volvo decidiu reinventar o tradicional modelo FH, nesta versão com 460 cavalos. Aqui, vemos que o trabalho deixou o caminhão disponível, eficiente, confortável e cheio de tecnologia.

O conjunto da obra serviu para facilitar o trabalho dos motoristas, aumentar a rentabilidade dos empresários e diminuir o impacto ambiental. E parece que está conseguindo, já que o FH 460 atingiu o top 3 dos mais vendidos.

O motor D13C460 responde à caixa de câmbio com manual de 14 marchas e I-Shift automatizada de 12 marchas, focada na economia de combustível. Já o piloto automático, que faz frenagens de emergência, e o freio estacionário, que identifica se o motorista desligou o veículo, mas esqueceu de acioná-lo, fazem parte do pacote de segurança.

Destacamos também a tecnologia I-See. Ela memoriza trechos e faz otimizações de performance na próxima vez que o caminhão passar por ela.

4º Scania R450: 3.146 veículos

Este modelo conta com motor de 13 litros com 6 cilindros em linha e potência de 450 cavalos. A tecnologia que ajuda na economia de combustível é um dos pré-requisitos na hora da escolha de quem trabalha com o transporte de cargas. Aqui, temos a injeção em alta pressão que melhora o aproveitamento do diesel, economizando em até 5% o consumo.

O bloco de motor em CGI (Ferro Grafite Compactado), de alta durabilidade, dobra a resistência da peça sem aumentar o peso do veículo. Outro ponto que merece destaque é a troca de filtros de óleo pelo sistema em cartucho, criado para evitar o acúmulo de resíduos e facilitar a limpeza.

Finalmente, temos a evolução da tecnologia Redução Catalítica Seletiva (SCR), responsável por otimizar o sistema catalisador e diminuir a emissão de poluentes. Nesta versão, acionada eletronicamente, ela facilita a manutenção e o reparo do equipamento.

5º Mercedes-Benz Actros 2651: 2.487 veículos

Quem gosta de inovação, vai amar este veículo, que inclui sistemas ainda raros. Para começar, ele é o primeiro que usa câmeras em vez de retrovisores. Justamente Actros é o nome do sistema de câmeras da marca. As duas câmeras externas substituem os espelhos convencionais, de forma que as imagens de toda a extensão da carreta são mostradas em telas de 15,2 polegadas na parte interna do caminhão.

Sensores e radares identificam qualquer objeto nas estradas, de veículos a pedestres, e podem até parar o caminhão automaticamente. O assistente de faixa de rodagem, outro recurso de segurança, emite sinais quando o motorista está cansado ou sonolento. Também são oferecidos o carregamento do celular por indução, além do quadro de instrumentos digitais e configuráveis.

Assim como em outros modelos, temos 12 marchas com três modos de condução, que podem ser acionada para economizar combustível ou aumentar ainda mais a performance, inclusive em subidas e descidas. A segurança está presente em vários dispositivos, como air bag para motorista, função Manobra para limitar a rotação do motor a 1.000 rpm, além do freio eletrônico. O motor é de 510 cavalos.

6º Scania R540: 2.102 veículos

Assim como o Scania R450, na 4ª posição, o R540 também faz parte da linha R da montadora e também está entre os caminhões mais vendidos no país. O grupo de veículos oferece alternativas “premium” em caminhões para o transporte de longa distância. Portanto, as vantagens características são semelhantes às que já falamos, com alguns complementos. A gente vai destacar outros pontos desse modelo mais potente.

A cabine espaçosa traz o máximo de conforto ao caminhoneiro, com mesa extensível, refrigerador e um banco de passageiro giratório e reclinável. Uma curiosidade é que este caminhão conquistou clientes do segmento da cana-de-açúcar devido à sua performance nas estradas, com o transporte pesado.

As tecnologias da gama 2021/2022 da Scania trabalham duro para reduzir o consumo de combustível em até 20%. Esse grande feito é o resultado do controle de aceleração (Actcruise), com o sistema de injeção eletrônica e a aerodinâmica da cabine.

7º Volkswagen Meteor 29.520 6×4: 1.690 veículos

O Volkswagen Meteor 29.520 6×4 tem combinações de 7 e 9 eixos, com Peso Bruto Total Combinado (PBTC) de 57 a 74 toneladas.

O slogan dos caminhões da linha é forte, robusto e conectado, superindicado para o transporte de cargas em médias e longas distâncias. Seu design segue o dos demais modelos da marca, com a cabine espaçosa e confortável, climatizador, painel ergonômico e volante multifuncional. O motor D26 é potente, com 460 cavalos e 2.300 Nm.

Além da opção de 16 velocidades, o veículo conta com a função predictive shifthing, ela faz o ajuste inteligente e automático de marchas, que pode reduzir em até 5% o consumo de combustível.

Também vale destacar a suspensão full air de 4 bolsas pneumáticas por eixo, com controle de distribuição de carga e bolsões com sistema snap-on. Esse recurso garante maior disponibilidade do veículo e a integridade da carga durante a viagem, trazendo segurança para você, que trabalha na estrada.

8º Mercedes-Benz Axor 2544: 1.392 veículos

O modelo pretende oferecer baixo custo operacional, com resistência e conforto a quem trabalha com transporte de cargas. O Axor 2544 é um cavalo mecânico extrapesado, disponível nas versões Estradeiro e Multiúso (diferença é a configuração do trem de força). Sua capacidade de tração varia de 53 a 80 toneladas, sendo indicada para combinações de três eixos (PBTC de até 53 toneladas).

O motor BlueTec 5 de seis cilindros e 439 cavalos atende a todos os tipos de estrada. Apesar de a transmissão automatizada estar em ambas as versões, a Multiúso é equipada com marcha Overdrive e eixo traseiro com redução nos cubos, favorecendo às operações que demandam mais tração.

9º Volvo VM 330: 1.356 veículos

A versatilidade é uma palavra boa a ser associada a este modelo, o famoso “pau pra toda obra”. Inclusive, essa versatilidade foi um dos fatores que fez com que o modelo da Volvo marcasse presença na lista de caminhões mais vendidos. Com o motor de injeção direta common rail 330 cavalos, vai bem no transporte urbano e regional, principalmente em curtas e médias distâncias. Quem trabalha com a construção civil costuma ficar bastante satisfeito em aproveitar o veículo na operação.

O conforto do motorista é garantido com a boa visibilidade oferecida, os bancos e a direção ajustáveis, os controles posicionados ergonomicamente posicionados e acessórios exclusivos.

10º Volkswagen Meteor 28.460: 1.338 veículos

O Volkswagen Meteor 28.460, 460 cavalos, opera com semirreboques de 3 eixos com Peso Bruto Total Combinado (PBTC) de 48,5 a 53 toneladas. Todas as demais características são idênticas ao Volkswagen Meteor 29.520 6×4, que a gente te mostrou na 7ª posição.

Qual dos caminhões mais vendidos em 2022 é o seu preferido? Independentemente da marca e do modelo, você tem que pensar na maior capacidade de atender à sua demanda. O número de vendas é apenas um indicador que traz dados sobre o mercado e, com este texto, fomos mais a fundo para entender o que faz destes 10 veículos os campeões. Se curtiu o conteúdo, tenho outra indicação. Que tal receber nossas novidades e manter seu conhecimento atualizado? Receba a nossa newsletter!

Compartilhe: