Como o TMS ajuda no gerenciamento de transporte e logística?

2022-04-05T15:41:46-03:0029/03/2022|Categorias: Logística e Transportes|

Antes de falarmos sobre como o TMS ajuda no gerenciamento de transportes da sua empresa, vamos responder a pergunta que não quer calar:

o que é TMS?

Sem tempo para ler? Aperte play no áudio!

 

O TMS (Transport Management System) é um software que empresas podem usar para fazer o gerenciamento de transporte e logística, centralizando e otimizando o uso de todas as informações necessárias para o dia a dia e estratégias de curto, médio e longo prazo.

Dito isto, para começar, temos que concordar em algo, se tem uma coisa que é geral no setor logístico é o quanto pensar, registrar e rastrear cada mínimo detalhe pode fazer a diferença no sucesso de uma entrega, de um mês ou um ano inteiro.

Mas, com a gama de informações que uma empresa como esta gera e detém, fora a agilidade com que elas vêm e vão todos os dias, fica difícil assumir essa tarefa sem que nada escape.

E para isso que o TMS está aí! Ele te mostra tudo que é preciso de forma conjunta e interligada, para que qualquer decisão seja tomada com embasamento, estratégia e você não perca nada que está acontecendo na sua operação.

Confira também: Tendências do setor de logística para 2022.

O que serve não só para evitar erros, mas também para não repetí-los, reduzir custos, evitar prejuízos e ter cada vez mais novas ideias de como tornar sua empresa mais competitiva e lucrativa.

 

Vamos entender melhor os benefícios desta importante ferramenta para o seu negócio?

Ahh e não esqueça de conferir no último tópico do conteúdo como podemos te ajudar a deixar o seu TMS com uma vantagenzinha extra!

 

Como funciona o TMS?

Este potente software te ajuda a ter melhor controle e visibilidade de informações, como:

  • Documentos fiscais;
  • Custos dos fretes;
  • Rotas;
  • Performance dos caminhoneiros;
  • Emissão de conhecimentos e manifestos de cargas;
  • Relatórios sobre entregas;
  • Cadastro de taxas e tarifas;
  • Controle do faturamento e muito mais!

E para você alcançar este lugar, ele traz ferramentas completas e de fácil utilização. Ou seja, você não só terá informações nas mãos, como também, em uma única plataforma, acesso a diversas funcionalidades.

Lembrando que é sempre bom procurar mais de um fornecedor e comparar o que é oferecido, pois nem todos tem aquilo que você realmente precisa.

 

Algumas delas, são:

  • Rastreamento de cargas, com transmissão de dados em tempo real.
  • Requisições e emissões de transportes, registros de notas fiscais, cadastro de clientes, tarifas, taxas, frota, faturas, manifestos, entre outros documentos.
  • Registro de estoque, com inclusão das movimentações, pedidos, rotatividade de produtos e muito mais.
  • Realização de planejamentos, controle de orçamentos, previsões por períodos, cálculos de renovação de frota, gastos com equipamentos, transporte e rotas.
  • Maior controle sobre custos e transbordo, entrega e coleta da sua operação.
  • Controle e registro de por quais caminhos cada cliente gera lucro para a sua empresa.
  • Mensuração de quilometragens a serem percorridas, esboços de cenários com diferentes opções de rota e a possibilidade de agregar a tabela de fretes com cálculo automatizado.

 

Vantagens de contar com um sistema de gerenciamento de transportes

Tudo muito bom, muito legal, mas agora que você já sabe bem sobre a parte operacional do TMS, deve vir a pergunta: mas, o que de fato minha empresa ganha com isso?

Confira algumas destas vantagens:

Otimização das negociações

Com a facilidade de visualização das comissões a serem pagas, rotas, valores dos fretes, quais clientes estão sendo atendidos, desempenho de vendas, entre outros, as negociações se tornam mais orgânicas e certeiras.

Análise e ajuste de processos

A gente só sabe o que e aonde temos que mexer, quando temos o olhar sobre o todo e isso pode trazer mais oportunidades para os negócios.

Te ajuda a expandir a operação

Com a ajuda do que foi dito no tópico acima, a expansão pode vir das melhorias operacionais que o TMS proporciona e da facilidade de enxergar gargalos.

Facilita o monitoramento das cargas.

Você sabia que dá para controlar a programação de carregamentos por volume de carga e itinerários? Fora o fato de que também dá para emitir o MDFE (Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais).

Agiliza o recebimento do frete

Quando estamos de olho em tudo, o processo não tende só a ficar mais refinado, mas também mais rápido e assim você abre espaço para novas oportunidades.

 

Agora vem uma vantagem extra com espaço especial neste conteúdo. Você pode integrar o seu TMS com outros sistemas!

Inclusive, é possível fazer isso aqui na Fretebras para que você emita sua CIOT gratuitamente. E nós que fazemos a integração para você, dentro de uma lista de mais de 20 TMS licenciados.

Quer entender melhor qual a relação da CIOT com o TMS? Acompanhe o próximo tópico.

Confira também: A importância de contar com o CIOT na estratégia logística.

 

Qual a relação entre TMS e CIOT?

Primeiro, vamos recapitular o que é CIOT e para que serve.

A sigla CIOT quer dizer Código Identificador da Operação de Transportes e foi criada para regulamentar o pagamento do frete aos caminhoneiros autônomos.

Desde 2011, ela faz parte das normas da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres). Porém, em 2019, tornou-se obrigatória e o seu descumprimento pode acarretar uma multa de mais de R$ 10 mil reais.

Para facilitar a sua vida na hora de emitir este documento – afinal, além da preocupação com a multa, há uma lista de mais de 15 ítens a serem preenchidos – os sistemas TMS permitem que você faça isso por lá.
Mas, vale ressaltar que o processo é parcialmente automatizado e, dependendo da forma como você pagar o frete, pode ser adicionada uma taxa.

 

Emissão de CIOT pelo TMS com a Fretebras

Ao integrar o seu TMS aqui na Fretebras para a emissão de CIOT, a gente te ajuda a fechar esta conta!

O processo se torna mais automatizado, pois todas as suas informações de frete estarão integradas entre o nosso sistema e o seu TMS, além do fato de que se o frete for pago via Conta PJ Fretebras, você não paga nenhum tipo de taxa. A emissão é mais rápida e 100% gratuita.

Nós fazemos integração com mais de 20 sistemas TMS e nossos especialistas realizam o processo para você.

Preencheu uma vez, o sistema já automatiza tudo para as próximas emissões e leva mais esta facilidade para o seu dia a dia.

Para uma operação mais organizada, fluida e lucrativa não basta otimizar a forma como você divulga suas cargas ou fecha contratos, mas sim digitalizar toda a jornada dos seus fretes.

Desde quando você liga a luz do escritório de manhã até quando desliga à noite, há diversos processos que quando acompanhados e automatizado, podem trazer cenários e oportunidades que você nem imaginava.

Aqui na Fretebras, esta é uma das nossas grandes missões, fazer com que você consiga resolver tudo que precisa com a gente. Conheça a nossa plataforma e todas as soluções que podem fazer com que você otimize tempo, reduza custos e alcance o sucesso que almeja na sua empresa.

 

Para acessar outros conteúdos como esse, visite o Blog Fretebras e fique por dentro de tudo que acontece no setor de transporte rodoviário de cargas no Brasil.

Compartilhe: