Tecnologia e logística em tempos de crise

2020-06-09T18:12:50-03:0020/05/2020|Categorias: Logística e Transportes|

Fazer uso da tecnologia pode significar o sucesso da empresa e até a sua permanência no mercado, principalmente em épocas de crise. O setor de logística está entre os mais fortalecidos com as ferramentas.

Em meio à crise mundial que atinge em cheio a saúde pública com a pandemia do Covid-19, o coronavírus, e vem abalando todo o cenário político-econômico, que já não estava firme, o empreendedor brasileiro tenta se adaptar para não sucumbir. A maioria sabe que o único caminho é procurar alternativas para manter a atividade e a competitividade no mercado, e investir em tecnologia é uma delas.

No setor de transporte de cargas, a tecnologia resulta em ações essenciais para a logística e não é de hoje. Quando se olha a atividade como estratégica, é quase impossível não perceber os impactos positivos dos recursos tecnológicos na rotina desse segmento que enfrenta graves problemas com a infraestrutura e a segurança nas estradas.

Muitas transportadoras já perceberam que incorporar a tecnologia aos negócios pode representar a diferença entre o sucesso e o fracasso no dinâmico mundo da logística, principalmente em época de crise. A novidade é que esse mercado, que era predominantemente off-line, vem migrando seus processos para o online em pátios e terminais de carga.

Aumento da produtividade

As possibilidades são inúmeras. Aliadas, tecnologia e logística trazem maior controle sobre o fluxo de atividades, simplificam procedimentos e reduzem custos, agilizando os deslocamentos, acompanhando o desempenho de veículos e motoristas. 

O melhor resultado dessa união, no entanto, é o aumento de produtividade com a gestão integrada, a automação de tarefas, o maior controle sobre a entrada e saída de mercadorias, o gerenciamento de tabelas e prazos, a rastreabilidade da frota e da carga, o controle da manutenção e a redução do lead time das entregas, benefícios sempre norteados pelo objetivo de otimizar a cadeia do abastecimento para atender o cliente. 

Não é sem motivo que inovações como: Big Data, inteligência artificial, armazenamento na nuvem, Internet das Coisas (IoT), entre outras assumiram papel de destaque na cadeia de distribuição. O caminho já está sendo trilhado há algum tempo e por várias empresas que vêm investindo em ações para agregar valor à entrega final, com mais agilidade e eficácia.

A gestão do frete com o uso da tecnologia, por exemplo, é prática crescente, não apenas nos períodos desafiadores, para tornar a operação mais dinâmica e solucionar problemas no transporte e na distribuição de mercadorias.

Os softwares e sistemas assumiram um papel essencial no ramo dos transportes, oferecendo soluções nos níveis operacional e gerencial, desde que avaliadas as funcionalidades da ferramenta e a compatibilidade com as necessidades da empresa para o bom andamento da logística.

Frete no App

A tecnologia também vem trazendo mais visibilidade ao caminhoneiro autônomo. As plataformas de fretes encurtaram o caminho entre transportadoras e motoristas, que agora estão conectados via aplicativos, investindo na redução de custos e distâncias, em busca do transporte ideal para cada tipo de carga.

Trabalhar com publicação digital de cargas é uma tendência, especialmente nesses tempos de redução significativa de contato social, pois organiza uma ampla rede de motoristas autônomos qualificados e espalhados pelo país. Muitas transportadoras tradicionais, que antes procuravam caminhoneiros em postos de combustível, hoje conseguem se conectar rapidamente com eles em um conceito de frete virtual. A logística agradece.

O funcionamento depende de uma plataforma digital, um sistema online para as transportadoras e um aplicativo de celular para os motoristas. O serviço possibilita encontrar motoristas em todos os locais do país, negociar o frete e fechar o serviço diretamente com o caminhoneiro.

Entre as grandes vantagens dessa tecnologia para a logística o destaque fica com o aumento da capacidade de entrega da empresa, que publica quantas cargas for necessário. No caso da Fretebras, essas cargas ficam disponíveis no site e no aplicativo para os mais de 400 mil caminhoneiros cadastrados e qualificados. Caso haja interesse, o contato é feito entre eles. 

Vantagens da frota virtual

Quem conta com uma frota virtual de caminhões cadastrados e disponíveis em questão de minutos, conta também com a flexibilidade de não ter despesas como IPVA, combustível e um motorista CLT que uma frota própria exige. 

Além disso, numa plataforma de frota virtual, a queda de demanda de determinado nicho não é problema, pois a tecnologia traz a possibilidade de trabalhar em outros mercados. Trocando em miúdos, a ferramenta da Fretebras contribui para que as transportadoras atendam contratos Brasil afora, em novos segmentos.

Mais do que nunca, a logística se destaca como uma das áreas mais importantes das empresas para garantir o sucesso das operações, a manutenção ou a retomada da economia em uma situação pós-crise. 

E, com a ajuda da tecnologia, a logística pode colaborar para a sintonia entre os elos da cadeia do abastecimento, proporcionando a redução de custos e atendendo o cliente final da melhor forma.

Compartilhe: