Logística ambiental no transporte rodoviário de cargas

2022-04-18T07:07:38-03:0013/04/2022|Categorias: Logística e Transportes|

Nos dias de hoje a competitividade e a imagem da sua empresa dependem de como são inseridas a sustentabilidade e a responsabilidade social em seus processos.

A logística ambiental, também chamada como logística verde ou logística sustentável, tem como objetivo principal, encontrar o equilíbrio entre o econômico e o ecológico.

Sem tempo para ler? Aperte play no áudio!

Pegada de carbono

O transporte é uma das áreas da cadeia logística que mais gera pegada de carbono.

Tornou-se urgente diminuir a emissão de gases de efeito estufa e carbono, e um dos principais desafios da logística de transporte é a dependência dos combustíveis fósseis.

Logística verde e a legislação

A logística verde se baseia em um conjunto de ações, condutas e regulamentações durante as etapas de transporte, distribuição e armazenagem das mercadorias.

A aplicação da logística verde na rotina da sua empresa, é uma obrigação de responsabilidade ambiental e também de cumprimento da legislação.

Quais são as principais leis?

Nos últimos anos a política ambiental no Brasil tem se intensificado e exigido uma postura mais firme das empresas. Seguem abaixo algumas das principais leis sobre o assunto:

  • Política Nacional do Meio Ambiente (Lei 6.938/81);
  • Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei 12.305/10);
  • Lei dos Crimes Ambientais (Lei 9.605/98);
  • Lei dos Agrotóxicos (Lei 7.802/89);
  • Zoneamento Industrial (Lei 6.803/80).

Logística reversa

A logística reversa pode ocorrer por diferentes motivos, por exemplo, quando um cliente desiste de uma compra ou um produto chega ao final de sua vida útil.

Como parte das ações da logística verde, a logística reversa é responsável pelo retorno de produtos ao processo de produção ou ao descarte seletivo para compensação ambiental.

 

Diferenças entre logística reversa e logística verde

Portanto, logística reversa e logística verde não são a mesma coisa, porém se complementam.

A logística verde engloba as políticas e medidas sustentáveis, enquanto a logística reversa é um de seus principais componentes.

Como a política ambiental pode impactar a logística?

O objetivo das regulamentações é diminuir os impactos da produção no meio ambiente e controlar a sua deterioração.

Entender a importância e adotar ações que compensem os impactos ambientais é visto como um diferencial competitivo na logística de transportes.

 

Frota digital

Uma frota própria envolve altos investimentos e gastos. Nesse cenário, a frota digital surge como alternativa para otimizar o uso de veículos, conforme a demanda da sua empresa, reduzindo a emissão de CO2.

Na Fretebras você encontra mais de 640 mil motoristas autônomos ativos, além de diversos tipos de veículos e carrocerias para transportar a sua carga.

 

Frota Ociosa

Ao optar pela frota própria, a frota ociosa, além de gerar prejuízo financeiro, também é prejudicial para o meio ambiente.

Usar a capacidade total dos veículos reduz a quantidade de caminhões rodando sem carga completa, reduzindo a emissão de poluentes nas estradas.

 

Eficiência na operação de transportes

Ao reduzir a ociosidade da sua frota ou adotar uma frota digital, sua empresa elimina custos e consequentemente gera mais produtividade com entregas eficientes, dentro do prazo e sustentáveis.

Conclusão

Quais ações concretas, com foco em logística ambiental, são praticadas pela sua empresa? Atuar de forma sustentável e colaborar na qualidade de vida da população faz parte da lista de objetivos das empresas do futuro.

Conheça nossas soluções para digitalização de fretes. Experimente a nossa ferramenta por 7 dias grátis!

Acesse outros conteúdos como esse no Blog Fretebras. Não se esqueça de assinar a nossa newsletter, justamente para não perder nenhuma atualização!

Compartilhe: