Olá! Tudo bem por aí? Hoje, a gente resolveu mostrar, de forma prática, 5 jeitos de fazer o gerenciamento de risco no transporte de cargas e não ficar mais na mão do destino.

Quando o assunto é frete, sabemos que estamos lidando com diversos tipos de risco. Desde acidentes nas estradas até a ação de criminosos, são muitos os perigos que podem afetar a segurança da carga e dos profissionais envolvidos no transporte.

Nem sempre dá para evitar as ocorrências indesejadas, mas é possível prevenir muitas situações e ter um plano de ação para que a sua empresa não fique paralisada, sem saber o que fazer. Vamos mostrar que isso está ao seu alcance! 

Se liga nas atitudes a seguir que vão ajudar nesse sentido!

1. Análise de risco

O primeiro passo é fazer uma análise detalhada de todos os possíveis riscos envolvidos no transporte de cargas. A partir disso, defina quais medidas devem ser adotadas para minimizar esses riscos. 

Para simplificar, liste tudo o que pode dar problema na viagem (desde furar o pneu até contratar um motorista autônomo) e, ao lado de cada item, procure colocar uma possível solução. Seja o mais detalhista possível.

2. Rastreamento

Uma das principais medidas de gerenciamento de risco no transporte de cargas é o uso de tecnologias de rastreamento. Com os dispositivos GPS, é possível monitorar a localização da carga em tempo real e, em caso de imprevistos, tomar as medidas necessárias para proteger os produtos e os profissionais envolvidos.

Além disso, os aplicativos ajudam na escolha de rotas mais seguras e que estejam com o fluxo tranquilo, para você seguir de boa. Os caminhoneiros costumam ajudar uns aos outros compartilhando informações sobre as condições do trânsito e das estradas. Aproveite!

3. Seguros

Uma medida importante para o gerenciamento de risco no transporte de cargas é a contratação de seguros específicos, personalizados de acordo com a sua necessidade. 

Eles garantem que, em caso de sinistros, a sua empresa não sofra prejuízos financeiros significativos. Não dá para ignorar a importância deles, né? Ou você fica parado tentando remediar um imprevisto, ou segue em frente com a cobertura. A escolha é sua!

4. Treinamento

Quem está capacitado, consegue lidar melhor com todos os tipos de situações, na estrada e fora dela. Por isso, invista no treinamento dos motoristas e demais profissionais envolvidos no transporte

A boa prática inclui orientações sobre como agir em caso de roubos, acidentes, manobras em condições adversas ou em outras situações de risco. Vale também abordar medidas de segurança nas paradas e orientar sobre intervalos de descanso ao longo do trajeto.

É importante destacar que o gerenciamento de risco não se limita apenas à segurança da carga. Ele também inclui medidas para garantir a segurança dos caminhoneiros.

5. Validação do perfil dos motoristas autônomos

Sem relação de confiança, o trabalho não funciona. A gente valoriza tanto essa premissa, que disponibilizou a nossa tecnologia de ponta para fazer a validação completa dos motoristas autônomos cadastrados em nossa plataforma

Nós oferecemos o cadastro e a consulta de motoristas mais seguros e acessíveis do mercado para tornar o processo de contração de frete rápido, preciso e confiável. Quer ver só? 

Para garantir que você tenha acesso a dados confiáveis e de alta qualidade, conectamos você com uma gerenciadora de risco especializada, que fará o cadastro e a consulta completa do motorista em órgãos governamentais e outras fontes públicas. Também temos uma camada adicional de segurança, com verificação do perfil do motorista, reconhecimento facial, avaliações e canais de denúncias

Isso nos ajuda a fornecer informações precisas e atualizadas, economizando tempo e oferecendo segurança na tomada de decisões.

E tem mais: nossas consultas contam com preços competitivos no mercado, garantindo a melhor relação custo-benefício sem comprometer a qualidade do serviço. 

Para completar, a plataforma Fretebras é integrada com várias outras plataformas de consultas, o que facilita o seu dia a dia também no aspecto conectividade. Afinal, você pode acessar todas as informações de que precisa em um só lugar.

Os benefícios de um bom sistema de gerenciamento de risco no transporte de cargas são muitos, incluindo a redução de prejuízos financeiros, a melhoria da segurança dos profissionais envolvidos no transporte e a garantia da satisfação dos clientes. Se quiser tirar esse peso das suas costas, descubra o que podemos fazer por você!

 

 

Compartilhe: