Qual a diferença entre usar ou não uma plataforma de cargas?

2020-08-19T16:00:00-03:0031/07/2020|Categorias: Logística e Transportes|

Tanto para caminhoneiros autônomos, transportadoras e embarcadores, manter a competitividade no mercado com a movimentação de mercadorias pelo país é essencial.

Parece que foi ontem: a maioria das empresas, quando precisava transportar mercadorias, contratava caminhoneiros autônomos nos terminais de cargas e postos de combustível espalhados pelas estradas, Brasil afora. Não era raro o caminhoneiro passar vários dias esperando uma oportunidade que melhor se encaixasse às suas necessidades e às características do caminhão. Felizmente, com a internet veio a popularização dos smartphones e hoje a tendência aponta para a extinção desse tipo de busca, graças à evolução cada dia maior da tecnologia que tem levado uma verdadeira a transformação digital para as estradas.

Os avanços popularizaram também os aplicativos de mensagens que, embora sejam considerados bons no que diz respeito à comunicação, ao proporcionar a formação de grupos com caminhoneiros e empresas apresentam algumas desvantagens para os negócios, como a ausência de informações cadastrais, o que pode trazer grande risco para ambas as partes. Foi justamente para agilizar a busca contínua e trazer mais segurança para essa relação de trabalho que surgiu a ideia de se criar algo com o uso da tecnologia que pudesse facilitar esse contato e trazer mais segurança: uma plataforma de cargas

No mercado há onze anos, a FreteBras hoje é líder no segmento e tem como principal meta digitalizar o mercado de transportes no Brasil, trazendo uma opção tecnológica às empresas para encontrar caminhoneiros autônomos e a eles de encontrar cargas diárias com muita facilidade. Para que se tenha uma ideia, a plataforma de cargas da FreteBras conta hoje com 9.300 empresas, grande parte delas transportadoras, que publicam 20 mil fretes em média por mês para uma base de 420 mil caminhoneiros, que representa uma fatia considerável dos 1,2 milhão de profissionais que circulam hoje pelo País. 

Trocando em miúdos, o trabalho da plataforma de cargas é conectar essas duas pontas, fazendo com que trabalhem dentro da tecnologia. Trata-se, portanto, de um plano de assinaturas que comporta empresas de pequeno, médio e grande portes, sem limites para publicação de fretes. As funcionalidades estão incluídas no plano, sem custo adicional. 

Facilidade na publicação e busca

O uso da plataforma de cargas, como a FreteBras, é bem simples: o caminhoneiro baixa o aplicativo, se cadastra gratuitamente na plataforma e tem seus dados validados. Em seguida faz o check-in onde estiver e pode aplicar o filtro pelo tipo de veículo e de carroceria para receber fretes adequados ao que seu caminhão pode carregar. A resposta é rápida, o aplicativo logo dá o direcionamento de onde há cargas mais próximas, o motorista entra em contato com a empresa e negocia. O resultado é que com a ferramenta o caminhoneiro consegue com um simples clique encontrar uma carga dentro da localidade em que está.  

Já a empresa, transportadora ou embarcadora, utiliza a plataforma de cargas como associada. Ao se cadastrar, tem seus dados confirmados e, além de publicar fretes diariamente – com informações como origem, destino e tipo de produto a ser transportado – consegue segmentar qual o tipo de veículo e carroceria pode atender àquela carga. 

Além disso, a associada conta com outras funcionalidades à disposição na plataforma de cargas para que possa se organizar na gestão de tudo o que transporta e das cargas que precisa divulgar, com rapidez e eficiência.

O frete publicado fica disponível na plataforma de cargas por 24h, mas geralmente o retorno chega em menos de cinco minutos, com caminhoneiros interessados no transporte, e logo a empresa precisa desativar a publicação, enquanto a plataforma de cargas vai publicando outras. As publicações na plataforma de fretes são ilimitadas.

Como Funciona a FreteBras

Saiba Como Funciona a FreteBras

Outras funcionalidades da FreteBras

São várias as possibilidades de usar a plataforma de cargas: no caso da FreteBras, as empresas que não tem caminhão utilizam a base da ferramenta como uma alternativa, mantendo a operação e reduzindo custos. Em outro exemplo, quem tem filiais conta com a possibilidade de uma visão otimizada das cargas de cada unidade, através da plataforma, e quem não tem também consegue acompanhar tanto o que já carregou ou distribuiu, quanto ativar novos fretes para que sejam carregados.

Entre as demais funcionalidades da plataforma de cargas, o check-in de frota se destaca, pois ajuda as empresas que em algum momento estão com a frota ociosa a disponibilizarem seus veículos para os fretes de outras empresas. Afinal, caminhão parado é só custo. Mas para entrar nesse quesito é necessário que a empresa tenha cinco caminhões ou mais. A solução também contempla o frete de retorno. 

Outra funcionalidade essencial da plataforma de cargas FreteBras, que também pode servir de exemplo para quem não usa a ferramenta, é a análise de rota que funciona com base no seguinte raciocínio: hoje, para a empresa ter um alto poder de negociação é preciso que esteja bem antenada com o mercado, sabendo qual a média de valor de frete cobrado, quanto os donos de um Bitrem ou de um Truck estão pedindo para fazer determinado trajeto, por exemplo.

Com a análise de rota, é possível definir uma média de preço do frete por tipo de caminhão, em rotas que a empresa nunca fez ou até mesmo pra saber se a negociação que vem fazendo está equiparada com o mercado. Essa seria mais uma vantagem do uso da plataforma de cargas, que conta com informações na sua base de todas as publicações dos clientes.

Gostou do artigo e quer saber mais sobre como funciona e quais os preços  e planos da FreteBras para empresas? Clique aqui agora mesmo

Compartilhe: