Como fortalecer o relacionamento com caminhoneiro autônomo?

2022-06-20T15:06:53-03:0015/06/2022|Categorias: Logística e Transportes|

Hoje, nós vamos puxar o freio pra falar de uma parceria que é estratégica para o seu negócio, mas que nem sempre entra na lista de pontos de atenção: a parceria com o caminhoneiro autônomo.

Em um dos segmentos mais importantes para a economia do Brasil, que movimenta cerca de 60% dos produtos e insumos gerados no país e 29% do PIB (Produto Interno Bruto), além de cumprir seu papel de ponte entre o produtor e o consumidor, o caminhoneiro também representa uma ponte, um elo de confiança, mas que acontece entre o seu negócio e o sucesso que você busca na outra ponta.

Aqui na Fretebras, nós temos o orgulho de estreitar o relacionamento entre transportadora e caminhoneiro autônomo, sempre com profissionais verificados, bem avaliados e com uma grande disponibilidade de tipos de carroceria e tipos de veículo.

Então, pra fechar o pacote, bora ver agora como zelar por esse relacionamento e se aproximar ainda mais deste apoio indispensável no sucesso da sua operação.

Confira as dicas de boas práticas e ferramentas que preparamos para você!

Sem tempo para ler? Aperte play no áudio e escute a narração completa!

Top 6 boas práticas na parceria com o caminhoneiro autônomo

E as tais ferramentas?

Aqui na Fretebras, é um ótimo lugar para iniciar e/ou fortalecer a sua parceria com o caminhoneiro autônomo. Nós temos diversas soluções que vêm para agilizar e facilitar este contato tão importante para a sua empresa. Confere aí!

  • Base com milhares de caminhoneiros verificados e de confiança
  • Ferramenta pra checagem de dados e avaliação de motoristas
  • Calculadora de fretes pra uma precificação mais certeira
  • Acesso ao preço médio praticado no mercado
  • Conta Digital PJ grátis para pagamentos
  • Negociação aberta e direta, sem intermediários

Se quiser conhecê-las mais de perto e experimentar por 7 dias grátis, informe aqui pra gente e vamos juntos na rodagem!

Gostou do artigo? Confira outros textos como esse no Blog Fretebras. Não se esqueça de assinar a nossa newsletter!

Compartilhe: