Como aumentar a segurança no transporte de cargas?

2022-04-06T12:21:25-03:0022/03/2022|Categorias: Logística e Transportes|

A movimentação no transporte de cargas passa por muitos obstáculos até chegar ao cliente final. No Brasil, foram registradas 14.159 ocorrências de roubo de carga em 2020, segundo dados da NTC & Logística (Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística).

Como agir preventivamente contra essa e outras ameaças que rondam as estradas?

Sem tempo para ler? Aperte play no áudio!

 

O que é segurança no transporte?

A segurança da carga ocorre desde a armazenagem até a entrega final, mas a fase durante o transporte exige mais atenção.

A precariedade das rodovias e da segurança pública reflete na realidade das empresas que precisam garantir a prevenção de acidentes e proteção às mercadorias, veículos e motoristas.

 

Como funciona a segurança no transporte de cargas?

Para que o transporte de cargas seja mais seguro, é preciso contar com a colaboração de todos os envolvidos no fluxo logístico. Treinamentos sobre direção segura, revisões periódicas nos veículos e contratação de seguro de carga são algumas das medidas essenciais.

 

Tipos de seguro de carga

Existem vários tipos de seguros de carga de acordo com cada modelo de negócio:

 

Seguro de TN – transporte nacional

É um seguro obrigatório para o proprietário da carga que garante indenizações pelos danos durante o transporte terrestre, marítimo ou aéreo em território nacional.

 

RCTR – Responsabilidade Civil do Transportador Rodoviário de Carga

Também conhecido como Seguro Obrigatório ou RC, cobre os danos ou perdas das cargas causadas por acidente rodoviário.

 

RCF-DC – Responsabilidade Civil Facultativa por Desaparecimento de Carga

Esse seguro é usado para garantir as perdas com roubos de carga no trânsito.

A contratação não é obrigatória, mas é necessário que seja contratado primeiro o seguro de RCTR-C.

 

RR – Risco Rodoviário

Contratado pelo embarcador, este seguro cobre danos em colisões, assaltos, roubos, etc.

 

Como aumentar a segurança no transporte de cargas?

Além das ações corretivas, com uma gestão de risco sua empresa consegue identificar, mensurar e monitorar os riscos existentes e agir preventivamente da melhor forma.

Apostar em tecnologias nesse sentido será o diferencial entre a sua empresa e os concorrentes.

 

Gestão de risco: Motor de risco do frete Fretebras

O Motor de Risco do Frete é um robô do programa Frete Seguro que avalia e valida os fretes publicados para identificar riscos e evitar fraudes. Em 1 ano as fraudes tiveram uma redução de 67%, passando de 273 casos, em 2020, para 90 em 2021. Ou seja, dos 8 milhões de fretes publicados na plataforma, somente 0,0011% foram fraudes efetivas.

 

Como a Fretebras ajuda a segurança no transporte rodoviário?

O programa Frete Seguro teve investimento de R$30 milhões e conta também com o seguinte escopo:

  • Time de ouvidoria
  • Novo time de prevenção à fraude
  • Campanhas educativas e
  • Funcionalidades de segurança para caminhoneiros e transportadoras

Consulta Motorista Fretebras

Ao publicar uma carga, a transportadora escolhe a opção “Validar motorista” e envia a documentação do profissional que deseja avaliar.

O check up é feito com o caminhoneiro, o veículo e seu proprietário, a rota da carga, o tipo de mercadoria e seu valor.

Em questão de minutos, o sistema informa se o motorista está apto para realizar o serviço.

 

Verificação do perfil de transportadoras

Alguns dados são solicitados às transportadoras como CNPJ, email, endereço e telefone de contato. Com isso, o cadastro passa por um processo de análise e validação pela Fretebras. Essa etapa leva no máximo 1 dia.

 

Verificação do perfil de caminhoneiros

Os motoristas cadastrados na plataforma de fretes, também passam por um processo de validação da placa do caminhão, além do Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Cargas, pela ANTT.

 

Frete Privado

Essa opção permite às transportadoras publicar fretes visíveis apenas para caminhoneiros cadastrados e validados pela plataforma de cargas e fretes Fretebras.

 

Avaliação de caminhoneiros autônomos e transportadoras

Ao finalizar o frete, é importante que os caminhoneiros e empresas cadastradas se avaliem mutuamente.

Assim, ao contratar um novo frete, todos podem consultar o histórico de avaliações antes de iniciar uma negociação.

Unir esforços para prever e evitar esses problemas é mais eficiente do que consertá-los depois. Por isso, o gerenciamento de riscos no transporte de cargas é primordial para que as empresas do setor atuem com menos prejuízos e mais competitividade.

Para acessar outros conteúdos como esse visite o Blog Fretebras. Em caso de dúvidas, acesse o nosso site e veja como a Fretebras pode ajudar você a aumentar a segurança no transporte de cargas.

Compartilhe: